Blog

Matéria sobre o Instituto no jornal Metro Curitiba

ONG ajuda desempregados com assessorias e coaching

Saiu mais uma matéria fresquinha com o nosso Presidente -fundador Sady Bordin falando sobre as assessorias que a Ong já presta gratuitamente e também sobre algumas novidades que virão por aí!

“A ideia é voar alto”, diz o piloto de avião comercial Sady Bordin sobre o Instituto Eu Consigo, fundado por ele há menos de um ano. Criado a partir de seu quarto livro publicado “Vencendo A Crise - 100 Dicas Para Conseguir, Manter ou Trocar de Emprego”, tem a missão de renovar as esperanças de quem está a procura de emprego. “Em 2016 escrevi o livro, que acabou virando um site. Contratei uma pessoa para postar conteúdos sobre empregabilidade e no fim resolvi fazer disso uma ONG, uma coisa foi levando a outra. Agora em agosto conseguimos toda a documentação e já temos CNPJ”, conta Sady. Já com três voluntários no ano passado, o “euconsigo.org” oferecia análise e melhoria de currículo de forma gratuita e, neste ano, o instituto ampliou a atuação ao criar o programa “Adote um Desempregado”, que oferece gratuitamente coach para avaliar as metas do profissional, pontos fortes, habilidades e, também, um treinamento para enfrentar processos seletivos e entrevistas. “Além de ajudar na conquista de um emprego, a intenção é que a pessoa tenha autoconhecimento, para não se submeter a um trabalho que gere frustração e sim um que a faça feliz”, diz Sady. Atualmente são 11 profissionais voluntários, que durante um mês dão consultoria completa a pelo menos uma pessoa. “Um trabalho desses custa de R$ 3 a R$ 5 mil no mercado. É um custo considerável e alto principalmente para quem está desempregado”, fala Sady.

Uma das contempladas pelo programa foi a nutricionista mineira de 31 anos, Gabriela Arcanjo. Ela, que era funcionária pública e atendia em um consultório dentro de uma clínica médica, buscava recolocação desde o ano passado, mas sem sucesso. “Desde a faculdade me falavam que tinha um perfil comercial. No ano passado eu fiz uma formação em visitação médica voltado à indústria farmacêutica. Fiz pelo menos seis entrevistas e em todas o que pegava era a falta de experiência na área”, revela. Alertada por um amigo sobre uma divulgação do serviço da ONG no LinkedIn, Gabriela entrou em contato com o Eu Consigo em julho. “Tinha uma vaga disponível e em uma semana a coach Isadora [Martins] começou as sessões comigo [pelo Skype]. Elas me ajudaram, direcionaram e exploraram meu autoconhecimento, tudo o que podia ser utilizado a meu favor para sobrepor a questão da experiência na hora da entrevista”, explica. Entre atividades, orientações, dúvidas sanadas e dicas de leitura, Gabriela teve apoio de Isadora durante o novo processo seletivo do qual participava e, em agosto, uma semana após concluir cinco sessões com duração de uma hora a uma hora e meia, foi contratada por uma multinacional do setor de alimentos para representar a nutrição infantil da empresa na região norte de Minas Gerais. “Estou encantada, foi muito mais do eu esperava”, diz. Terceira idade Também contando com assessoria jurídica para prestar esclarecimentos e de imagem, para dicas de vestuário, além de um banco de vagas de emprego em desenvolvimento, o instituto já tem um novo objetivo em andamento: o emprego para quem tem 60 anos.

“É um problema sério no Brasil, as pessoas nessa idade são descartadas. Queremos valorizar o auge da experiência, a bagagem que têm e fazer essa ponte de empresas que querem isso com os profissionais. Tudo de graça”, lembra Sady. Desde o ano passado 1,5 mil pessoas já foram ajudadas pelo instituto, que agora tem gente na fila. “A ideia é crescer, ter uma unidade física nas cidades grandes e atender pessoalmente”, conclui Sady.

 

Por: Brunno Brugnolo

Para : MetroCuritiba em 01/10/2018

Link publicação original: https://www2.metrojornal.com.br/pdf/assets/pdfs/20181001_MetroCuritiba.pdf?v=u

 

 

O Instituto Eu Consigo é uma organização sem fins lucrativos que visa auxiliar, através de assessorias e orientações gratuitas, pessoas desempregadas em busca de recolocação no mercado de trabalho. Considere fazer uma doação clicando aqui!